Comissão Estadual de Jovens Trabalhadores(as) Rurais

FINANCEIRO 1

Programa Jovem Saber: Sustentabilidade Político-Financeira do MSTTR

Juventude rural forte - A Comissão da Juventude Trabalhadora Rural da Fetaemg realizou nessa quarta-feira, 7, mais uma edição do Programa Jovem Saber. Dessa vez o tema abordado foi a “Sustentabilidade Político-Financeira do MSTTR”.

O Programa Jovem Saber é um programa de formação e mobilização da juventude trabalhadora rural oferecido pelo Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) para jovens entre 16 e 32 anos, sindicalizados ou não, como forma de fortalecer a organização da juventude rural e sua participação na vida.

Juventude Rural que ousa lutar!

0
0
0
s2sdefault
REFORMA

Programa Jovem Saber: Sucessão Rural

A Comissão da Juventude Trabalhadora Rural da Fetaemg realizou nessa quinta-feira, 24, mais uma edição do Programa Jovem Saber. Dessa vez o tema abordado foi “Sucessão Rural”.

O Programa Jovem Saber é um programa de formação e mobilização da juventude trabalhadora rural oferecido pelo Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) para jovens entre 16 e 32 anos, sindicalizados ou não, como forma de fortalecer a organização da juventude rural e sua participação na vida.

Nessa etapa do programa, os jovens da Comissão compartilharem com os demais as suas experiências em relação ao tema e o que pensam contribuir para o aperfeiçoamento do cenário.

Juventude Rural que ousa lutar!

0
0
0
s2sdefault
JUVENTUDE 1

Juventude Rural - Arte como elemento estruturante da luta política

 

Com o objetivo de trabalhar a arte e a cultura como elemento estruturante da luta política, a parceria Secretaria de Jovens e da Escola Nacional de Formação (ENFOC), Federações e Contag, realizou nos dias 11 a 15 de março, em Brasília, o Curso de Teatro Político com a Cia Burlesca.

Minas Gerais foi representada pelo coordenador estadual da Juventude Trabalhadora Rural da nossa Federação, Bruno Freitas e pela coordenadora regional da Juventude do Vale do Mucuri, Josicléia Vieira (Cleinha). Mais de 50 jovens de todo país estiveram presentes.

“O encontro teve como objetivo pensar a arte como elemento estruturante da luta política, porque é isso que a juventude quer, outra maneira de lutar sem perder os princípios e as ideias da classe trabalhadora rural”, destaca Lyvian Sena, da Cia Burlesca.

“Unir arte e a cultura são ferramentas criativas e eficazes em prol da Juventude Trabalhadora Rural em suas bandeiras de luta”, pontua o coordenador Bruno Freitas.

 

Juventude Rural, a hora é agora!

0
0
0
s2sdefault