Grande BH

SITIOO 1

Criminalização da Previdência Rural e seus impactos em debate em BH

A Fetaemg reuniu nessa sexta-feira (29) seus diretores, assessores e trabalhadores e trabalhadoras rurais da Grande BH para tratar a criminalização da Previdência Rural e seus impactos e alinhar com os presentes o grande ato que ocorrerá no dia 12 de abril, quando milhares de homens e mulheres do campo demonstrarão sua insatisfação na Assembleia Legislativa e nas ruas de Belo Horizonte.

O presidente da Fetaemg e deputado federal, Vilson Luiz da Silva, a diretora de Políticas Sociais e Previdência Social, Maria Alves e a assessora jurídica da federação, Delza Novais, trataram as particularidades da referida reforma da previdência e seus impactos para a classe trabalhadora rural. O encontro contou ainda com a presença da dirigente da CTB, Kátia Gaivoto.

#vamospracima

0
0
0
s2sdefault

Trabalhadores debatem reforma trabalhista em Urucânia

A Fetaemg, através de uma das suas microrregionais da Grande BH,  realizou nesta terça feira, dia 5, uma reunião com trabalhadoras e trabalhadoras rurais, que contou com representantes de 13 municípios mineiros. O evento foi realizado em Urucânia, na Zona da Mata.

Foram abordados vários temas, dentre eles, gestão sindical, INSS digital e as alterações e mudanças que a reforma trabalhista trará para a categoria. Este debate é considerado muito importante para o desenvolvimento do polo, pois só com o envolvimento de todos é possível trocar ideias, traçar estratégias e unir forças!

 

 

 

 

0
0
0
s2sdefault

Famílias assentadas recebem título de terra em Betim

Com a luta e organização da Fetaemg, mais famílias realizaram o sonho de receber o título de terra nesta segunda feira (27). As 22 famílias beneficiadas fazem parte do projeto de assentamento Dom Orione, localizado em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Agora, depois de 20 anos de luta para conquistar o documento, as famílias receberam do Incra o título dos lotes onde vivem e trabalham e passam a ter acesso várias políticas públicas, como acesso à crédito, assistência técnica e melhoria da produção e comercialização dos seus produtos.

A Fetaemg esteve presente durante todo o processo, atuando para que as famílias recebessem a assessoria necessária para conquistar o título de posse. Vilson Luíz da Silva, presidente da Federação, destaca que os trabalhadores precisam deste apoio e tem direito à um pedaço de terra para viver e trabalhar com dignidade. “ Para a Fetaemg, é uma grande satisfação fazer parte desta vitória e participar deste momento tão especial na vida destas famílias que tanto lutaram. Agora continuaremos dando apoio para que estas pessoas consigam acessar as políticas públicas e trabalhar.” Afirmou.

A diretora de política agrária da Fetaemg, Alícia Cardoso, comenta a alegria de participar deste momento transformador na vida dos trabalhadores “É muito gratificante ver a alegria em cada rosto dos que receberam este título. Vale a pena lutar, atravessar todas as dificuldades e após tantos anos, conseguir realizar o sonho de cada um destes trabalhadores que estão sendo beneficiados.” Comentou.

0
0
0
s2sdefault