Diretores da Fetaemg participam do Curso Nacional de Formação - A Década da Agricultura Familiar

CONTAG DEZ

Os diretores da Fetaemg Marcos Vinícius e Alaíde Bagetto participaram e contribuíram em Brasília, entre os dias 10 e 12 de dezembro, do Curso Nacional de Formação a Década da Agricultura Familiar: Ações e Estratégias para a Promoção do AIAF+10. Assessores(as) das 27 Federações que integram o Sistema CONTAG e representantes de organizações do Peru, Bolívia, Paraguai, Argentina, Chile e Uruguai, definiu um conjunto de ações e estratégias para a promoção da Década da Agricultura Familiar no Brasil. 

Entre as ações estratégicas estão: Priorizar o marco da Década das Nações Unidas para a Agricultura Familiar; Realizar os lançamentos estaduais e municipais da Década; Firmar parcerias locais para a promoção da Década; Apoiar os Sindicatos para lançarem e promoverem a Década; Produzir e divulgar materiais informativos, audiovisuais e gráficos referentes à Década; Constituir Grupo de Trabalho para monitorar ações em todos os níveis (nacional, estadual e municipal); e fortalecer a discussão e divulgação da Década através da Confederação de Organizações de Produtores Familiares do Mercosul Ampliado (COPROFAM).

“Trata-se de uma soma de esforços para a causa da Agricultura Familiar, em todos os aspectos, estamos sempre em construção e a luta não pode parar. Nós mulheres já mostramos a nossa força e reafirmamos que nosso lugar será sempre onde quisermos estar”, pontua Alaide Bagetto.

Pilares do Plano de Ação da Década da Agricultura Familiar

  1. Criação de ambiente político favorável para fortalecer a agricultura familiar;
  2. Apoiar a Juventude a garantir a Sucessão Rural da Agricultura Familiar;
  3. Promover a equidade de gênero e o papel de liderança das mulheres da Agricultura Familiar;
  4. Fortalecer as organizações da Agricultura Familiar;
  5. Melhorar a inclusão socioeconômica e o bem-estar da Agricultura Familiar;
  6. Promover a sustentabilidade da Agricultura Familiar para alcançar sistemas alimentares resilientes às mudanças climáticas; e
  7. Fortalecer a multidimensionalidade da Agricultura Familiar para alcançar inovações sociais que contribuam ao desenvolvimento territorial, salvaguarda da biodiversidade, meio ambiente e cultura.

 Unidos pela Agricultura Familiar!

 Fonte: Comunicação Contag

0
0
0
s2sdefault