Criminalização da Previdência Rural e seus impactos em debate em BH

SITIOO 1

A Fetaemg reuniu nessa sexta-feira (29) seus diretores, assessores e trabalhadores e trabalhadoras rurais da Grande BH para tratar a criminalização da Previdência Rural e seus impactos e alinhar com os presentes o grande ato que ocorrerá no dia 12 de abril, quando milhares de homens e mulheres do campo demonstrarão sua insatisfação na Assembleia Legislativa e nas ruas de Belo Horizonte.

O presidente da Fetaemg e deputado federal, Vilson Luiz da Silva, a diretora de Políticas Sociais e Previdência Social, Maria Alves e a assessora jurídica da federação, Delza Novais, trataram as particularidades da referida reforma da previdência e seus impactos para a classe trabalhadora rural. O encontro contou ainda com a presença da dirigente da CTB, Kátia Gaivoto.

#vamospracima

0
0
0
s2sdefault