Fetaemg como protagonista em encontro de planejamento do Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG)

PPAG 1

A Fetaemg finalizou sua participação nos trabalhos de planejamento do Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG), realizado de 30/10 a 8/11, debatendo e propondo medidas nas áreas específicas relacionadas à Agropecuária e Desenvolvimento Agrário, nos eixos desenvolvimento produtivo, cientifico e tecnológico, com relatoria do assessor da federação, Guilherme G. Teixeira. Dezenas de trabalhadores e trabalhadoras participaram dos trabalhos, subsidiando todo o processo dessa construção coletiva.

O presidente da Fetaemg, Vilson Luiz da Silva, participou do encerramento dos trabalhos contribuindo para as comissões de Participação Popular e Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembléia Legislativa, oportunidade em que tratou aspectos específicos da rotina do homem e da mulher do Campo, além de abordar particularidades do contexto político atual e futuro em que vivemos. Agriminas, Copa da Juventude Rural, Reforma Agrária e apoio às demandas dos agricultores familiares também foram temas tratados.

O departamento de Política Agrícola e Cooperativismo, através do seu diretor, Marcos Vinicius, e assessores, apresentaram ainda propostas para alteração e recomendações em 9 programas, dentre estes, para o Programa Estadual de Cooperativismo da Agricultura Familiar e Agroindústria, já proposto e não efetivado em 2017.

Ações nas áreas de assessoramento e gestão dos processos, sobretudo apoio a melhoria da infra-estrutura, aquisição de softwares específicos relacionados, e demais itens tecnológicos, fazem parte das justificativas das propostas apresentas. Destaca-se ainda que o cooperativismo é uma ferramenta necessária para o avanço da agricultura familiar, contribuindo para sanar as dificuldades de atendimento às legislações relacionadas a transações econômicas.

Disponibilidade de recursos para pesquisa e assistência técnica, para atividades a serem desenvolvidas em possíveis parcerias com a EPAMIG e EMATER, foram defendidas pela Fetaemg, como forma de viabilizar a agricultura familiar sustentável, aquisição de itens tecnológicos alternativos e apoio às feiras regionais. Destacou-se ainda a necessidade de atenção a Agriminas com aporte financeiro, visto a vitrine que se tornou para centenas de famílias, que direta ou indiretamente atuam nos trabalhos relacionados à feira.

A Fetaemg também apresentou propostas para as áreas das Escolas Família Agrícolas (EFAS), segmentos produtivos de Mulheres e déficit hídrico, com propostas, sobretudo, de construção de reservatórios de baixo e médio porte para retenção de água de chuva.

Juntos na luta!

Os jovens trabalhadores rurais organizados, liderados pela Coordenação Estadual de Jovens Trabalhadores Rurais da Fetaemg, também compareceram em peso e contribuíram significativamente no primeiro dia dos trabalhos.

0
0
0
s2sdefault