Agriminas transforma vidas e gera negócios para os empreendedores rurais

Feira reúne aproximadamente 15 mil famílias de todo o Estado, na Serraria Souza Pinto

A maior feira de agricultura familiar de Minas Gerais, a AgriMinas – que acontece até domingo(9)  na capital mineira, vem transformando a vida de milhares de empreendedores rurais ao longo de suas onze edições. Considerada uma grande vitrine para a categoria ela mostra o potencial, a qualidade e a diversidade da produção rural.

Afonso dos Santos Oliveira é um excelente exemplo. Residente em Bocaiuva, ele afirma que sua cooperativa começou com a produção de três colmeias, hoje, conta com mais de 100 e cerca de quatro toneladas por ano. “A AgriMinas contribui muito para o crescimento da nossa cooperativa e da produção”.

A bordadeira de Turmalina, Zenide Cordeiro Lima, conta que tem clientes fiéis desde a primeira vinda a feira. “Para nós participar da AgriMinas é uma oportunidade de aumentar as vendas e fazer contatos com novos clientes. O evento traz muitas encomendas e visibilidade”.  Já as bordadeiras Maria Noêmia e Ana Alves, afirmam que é muito difícil conseguir trabalho para as mulheres na região de Veredinha, porém, com o trabalho de crochê e bordado essa situação mudou completamente. Além de contratarem cerca de 80 meninas para auxiliarem nessa atividade, também ajuda na formação profissional dessas mulheres. “A Feira gera trabalho e renda em nossa cidade”.

Entre os presentes também há produtores que estão participando da feira pela primeira vez como, por exemplo, o da empreendedora rural Juliana Medeiros, do Delícia de Minas, que produz doce de leite artesanal. Ela trabalha no ramo há seis anos e afirma que ama o que faz. “A Agriminas é a oportunidade de realizar novos negócios, ver outras portas se abrindo”, diz emocionada.

Para o idealizador da Feira e presidente da Fetaemg, Vilson Luiz da Silva, é um orgulho ouvir tantas histórias e transformar vidas destes empreendedores. “Quando criei a Feira muitos desacreditavam que seria o sucesso que ela é hoje. Eliminamos a figura do intermediário.

Romeu Azevedo do Essência do Cerrado, que comercializa remédios naturais, confirma o sucesso e revela que a expectativa é que até domingo as vendas sejam ainda melhores que no ano passado uma vez que no ano anterior os produtos acabaram antes do fim da feira. “Isso para mim é motivo de grande alegria, poder estar aqui e expandir minhas vendas é maravilhoso”, completa Azevedo.

Pela segunda vez na feira Euduciney Silva, da EMS Cerâmica, tem grande expectativa para esse ano, ele cuida sozinho da produção das peças de cerâmica e afirma que seu oficio é cuidar da roça. “O artesanato só é feito nas horas vagas, mas na AgriMinas ele vira o principal”.

Para os produtores, a feira é uma oportunidade de realizar grandes negócios e dar visibilidade aos seus produtos que vão desde frutas, verduras e legumes, a panelas, vasos de cerâmica e artesanato. Para os visitantes, além do consumo é a chance de estar mais próximo do campo.

A AgriMinas vai até domingo na Serraria Souza Pinto.

0
0
0
s2sdefault