Presidente da Fetaemg faz análise de conjuntura durante curso de formação sindical em Alfenas

Em cumprimento às determinações de seu 9º Congresso, a Fetaemg vem intensificando suas ações de formação político sindical em todo o Estado. Na região Sul do Estado, em Alfenas, aconteceu o primeiro módulo do curso, de 24 a 26 de outubro, envolvendo a participação 57 dirigentes e funcionários de cerca de 25 Sindicatos de Trabalhadores Rurais da região. Com a iniciativa, a Fetaemg dá um passo importante para elevar o nível de consciência política de lideranças sindicais em todo o Estado. “A formação é de extrema importância para que os trabalhadores e trabalhadoras rurais compreendam a importância e a força do Movimento Sindical nas lutas da categoria”, destaca o presidente da Fetaemg, Vilson Luiz da Silva. Abrindo o curso, o presidente Vilson Luiz, fez uma análise de conjuntura chamando a atenção dos participantes para o momento político, especialmente com as reformas Previdenciária e Trabalhista anunciadas pelo governo Temer. Vilson pediu união da classe trabalhadora neste momento conturbado que o país enfrenta, destacando que é importante que os dirigentes estejam atentos, pautando essas discussões junto aos trabalhadores e trabalhadoras rurais. Também esteve incluída na programação do curso uma palestra sobre Trabalho e Trabalhador, ministrada pelo formador José Carlos, do STR de Ouro Fino. Dando prosseguimento às atividades, a secretária Nacional do Centro de Estudos Sindicais (CES) e também secretária geral adjunta da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Kátia Gaivoto, fez uma explanação sobre Concepções Sindicais, destacando o processo histórico do Movimento, o perfil e o posicionamento que os Sindicatos devem assumir perante a sociedade e o governo para combater a exploração e a perda dos direitos que afetam a categoria. O curso abodou ainda a História do Movimento Sindical no Campo, com o formador José de Oliveira Ruela. Fechando os trabalhos a assessora de formação sindical da Fetaemg, Josefina Baetens, fez uma explanação sobre Organização do Sindicato. “Esperamos que o curso cumpra o objetivo de ajudar os participantes a aperfeiçoarem seus conhecimentos sobre o Movimento Sindical, seja na história de luta pela busca dos direitos dos trabalhadores, seja na estruturação dos Sindicatos e suas bases, levando aos trabalhadores e trabalhadoras rurais o conhecimento e a consciência de sua importância nesta organização, pois o Movimento Sindical existe pelo e para os trabalhadores e trabalhadoras rurais”, destacou a diretora do Polo Regional Sul, Maria Márcia de Oliveira. Durante o curso, houve um momento bastante enriquecedor para os participantes, que foi um resgate da memória do sindicalismo rural na região. Um dos participantes ainda escreveu uma poesia. A secretária Nacional do Centro de Estudos Sindicais (CES) e também secretária geral adjunta da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Kátia Gaivoto, diz que os resultados foram muito bons, de muitas trocas de conhecimento. "Saímos de lá com o compromisso de fortalecer ainda mais o movimento sindical. Unir o campo e a cidade contra a retirada de direitos dos trabalhadores e trabalhadoras."    

0
0
0
s2sdefault